Siga-nos:

Badajoz terá em Novembro o III Congresso Ibérico da Dehesa e do Montado

O III Congresso Ibérico do Prado e do Montado celebra-se nos dias 20 e 21 de novembro, em Badajoz. Trata-se da terceira edição de um fórum onde se reunirão gestores, proprietários, empresas, associações, investigadores e entidades vinculadas a este ecossistema. O seu objetivo é reflexionar sobre a situação que atravessa o prado e o montado português, dando resposta às questões que influem de forma negativa na sua conservação mas também fazendo ênfase no seu importante valor económico e do meio ambiente.

O encontro é organizado pelo Centro de Investigaciones Científicas y Tecnológicas de Extremadura (CICYTEX), Consejería do Meio Ambiente y Rural, Políticas Agrarias y Territorio de la Junta de Extremadura; Consejería de Medio Ambiente y OrdenacióndelTerritorio de la Junta de Andalucía, Consejería de Agricultura, Pesca y Desarrollo Rural de la Junta de Andalucía, Agencia de Gestión Agraria y Pesquera de Andalucía (AGAPA), Adenex, FederaciónEspañola de la Dehesa (FEDEHESA), Universidad de Extremadura, Universidad de Córdoba, Extremadura AVANTE, Gestiona Global, INIAV-Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e Universidade de Évora.

O congresso vai-se estruturar em cinco blocos temáticos. Por um lado, especialistas abordarão a sustentabilidade do meio ambiente do prado, pondo em evidência os efeitos positivos deste ecossistema no meio ambiente. Entre outros, contribui para prevenir a erosão do solo e mitigar a mudança climática. Mas também será debatida a sua viabilidade económica, indispensável para a sua sobrevivência. Será analisada a sustentabilidade dos seus aproveitamentos: gado, cortiça, lenha, carvão vegetal, turismo, caça, etc.

Mesmo assim, terão lugar neste encontro outros temas como a I+D+i no prado, materializada na criação de novos produtos e na aplicação de novas tecnologias; a sua importância desde um ponto de vista cultural e por fim, a necessidade de estabelecer uma normativa única que reflita as particularidades deste ecossistema e um tratamento diferenciado na Politica Agrária Comunitária.

Toda a informação sobre este evento estará disponível no site do Observatorio de la Dehesa y el Montado 

Terceira edição

O Congresso Ibérico de la Dehesa y el Montado celebra-se pela terceira vez em Badajoz, visto a sua situação geográfica estratégica em relação a Portugal. A primeira edição deste encontro realizada em 2013 abordou a necessidade de adotar medidas para a manutenção da rentabilidade e conservação do prado, entre outras questões. A segunda edição realizou-se em 2015. O seu objetivo principal foi dar a conhecer os avanços na inovação nos distintos âmbitos do prado desde a produção até à comercialização dos seus produtos. 
Entre os ponentes contou-se com especialistas procedentes de Universidades, Administrações, Empresas, Federações e Associações do setor e centros de investigação de ambos os lados da fronteira. Em cada uma delas marcaram presença mais de 350 congressistas.

Projeto PRODEHESA-MONTADO

Este fórum organiza-se no quadro do projeto de cooperação transfronteiriça PRODEHESA/MONTADO (Valorização Integral do Prado e do Montado), cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020
16 Entidades da Extremadura, Andaluzia e Portugal trabalham neste projeto coordenado pelo CICYTEX com o objetivo de pôr em andamento as atuações necessárias para avaliar o prado, seja no meio ambiente como economicamente desde um ponto de vista sustentável. Estas ações são: adaptação do quadro normativo que na atualidade afeta este ecossistema, valorização do meio ambiente do montado/dehesa, identificação e transferência de inovação para a produção e gestão de produtos, valorização e marketing.
Espanha e Portugal unem-se neste projeto cooperativo otimizando os recursos disponíveis em ambos os países para enfrentar de forma eficaz os problemas comum que ameaçam a sobrevivência de prados e montados mas também para pôr de manifesto o seu valor natural e cultural único.
PRODEHESA-MONTADO conta com um orçamento de 3.417.000 euros e um período de execução de três anos.

Mais informação no site do: III Congreso Ibérico da Dehesa e do Montado

  • 12 Julho 2018